Gestantes


É de grande importância o pré-natal na área médica e odontológica,valorizando na gestação os cuidados com a mãe e o bebê. Na odontologia, a abordagem da criança a partir da gestação ampliou as chances do bebê crescer com saúde bucal.

A mãe determina a imunidade do bebê


A grávida que tem uma boca saudável sem placas bacterianas diminui as chances de transmissão vertical de microrganismos patogênicos da mãe para a criança. A presença de inflamação de gengiva ou cárie vai colaborar para a criança ter baixa defesa a doenças da boca.

Uma das dificuldades do pré-natal odontológico advém das crenças negativas que decorrem da associação entre gravidez e a visita ao cirurgião-dentista. Muitas pessoas acreditam que o tratamento odontológico possa ser perigoso ou prejudicial ao feto. Isso não é verdade, e é exatamente por estar grávida que a mulher precisa dos cuidados do dentista.

Uma avaliação bucal depois dos três meses de gestação e acompanhamento odontológicoaumenta a imunidade da mãe e evita riscos,inclusive o de aborto provocado por doenças gengivais, fato esse desconhecido das pessoas. Uma higiene cuidadosa e uma limpeza profissional antes do parto garantem um contato tranquilo entre mãe e filho.

Muitas mulheres se queixam de aumento de cárie durante a gravidez, isso ocorre devido ao enjoo, alterações ácides da boca e aumento de apetite, aliados a falta de higiene correta.

Procure um profissional. O,dentista vai te acompanhar com tranquilidade e esses problemas podem ser evitados.

img

Facebook